14 de jul de 2010

Restaurando os caídos

Restaurando os caídos - Atos 20: 7-11

“7 - E no primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e prolongou a prática até à meia-noite.

8 - E havia muitas luzes no cenáculo onde estavam juntos.

9 - E, estando um certo jovem, por nome Êutico, assentado numa janela, caiu do terceiro andar, tomado de um sono profundo que lhe sobreveio durante o extenso discurso de Paulo; e foi levantado morto.

10 - Paulo, porém, descendo, inclinou-se sobre ele e, abraçando-o, disse: Não vos perturbeis, que a sua alma nele está.

11 - E subindo, e partindo o pão, e comendo, ainda lhes falou largamente até à alvorada; e assim partiu. 12 - E levaram vivo o jovem, e ficaram não pouco consolados.”

Creio que essa mensagem é bem apropriada para os nossos dias, tendo em vista que muitas pessoas estão experimentando a tragédia de uma queda espiritual, e outras mais estão à beira desse precipício e não conseguem discernir que a queda para algumas pessoas, pode ser fatal.

Tendo como base a queda física do Jovem Êutico de uma janela do cenáculo, nós podemos aprender alguns princípios espirituais que podem nos prevenir de experimentarmos esse tipo de tragédia.

É missão da igreja restaurar aqueles que caem como também, prevenir através da revelação bíblica sobre alguns caminhos que podem nos livrar dessa cilada da queda.

Antes de aprendermos como restaurar os caídos, é interessante saber à luz de cada versículo, porque pessoas caem.

Porque pessoas caem?

“...E, estando um certo jovem, por nome Êutico, assentado numa janela...”

1º - CAEM PORQUE COSTUMAM FICAR BEM Á VONTADE EM ÁREAS DE RISCO.

Existem alguns lugares que são extremamente perigosos e se subestimarmos esses lugares, certamente cairemos.

A bíblia nos manda fugir do pecado, e principalmente por conhecermos nossa carne.

Não podemos brincar com a nossa natureza e nem com Satanás e por isso não podemos estar em áreas que nos oferece risco espiritual.

“...assentado numa janela...”

- CAEM PORQUE ESTÃO NA JANELA, E QUEM ESTÁ NA JANELA SEMPRE VAI DIVIDIR A SUA ATENÇÃO ENTRE O ALTAR E O MUNDO QUE ESTÁ LÁ FORA.

Esse é o tipo de pessoa que sempre fica dividido entre dois pensamentos, entre Deus e Baal. Pessoas que estão na igreja, mas que conseguem trafegar facilmente entre o Santo e o profano. São aqueles que gostam de permanecer na janela, e janela aqui possui um significado espiritual porque é um lugar que está entre o altar e o mundo.

Aquilo que sai do altar ele consegue captar, mas também consegue se ligado à todas às coisas que acontecem lá fora.

“... caiu do terceiro andar,...”

3º - CAEM PORQUE ESQUECEM QUE LUGARES ALTOS EXIGEM ATENÇÃO REDOBRADA.

Essa aqui vai para aqueles que se sentem bem próximos de Deus:

O Jovem Êutico estava no terceiro andar, que tipifica lugares altos, ou seja, uma boa posição seja ela material ou espiritual.

Se buscamos lugares altos em Deus, precisamos orar e vigiar muito mais do que estamos acostumados. Pastores e líderes precisam ter uma séria disciplina de vigilância em oração. Aqueles que estão vivendo grandes momentos de bênçãos em suas vidas, não podem baixar à guarda porque o tempo é de paz.

“O tempo de paz é o tempo de assimilar aprendizado e o tempo guerra é o tempo de aplicar aquilo que se aprendeu.”

“...tomado de um sono profundo que lhe sobreveio durante o extenso discurso de Paulo,..”

4º - CAEM PORQUE CEDEM MUITO MAIS A COMUNICAÇÃO DO CORPO DO QUE Á COMUNICAÇÃO DA PALAVRA.

Naquele momento havia ali duas fontes de comunicação ao jovem Êutico:

O sono que era comunicado ao seu corpo de maneira bem intensa, e as palavras de Deus que eram ministradas pelo apóstolo Paulo.

O sono tipifica a comunicação do corpo e da carne, enquanto o sermão de Paulo representa literalmente a palavra de Deus pregada.

Se dermos lugar para aquilo que o nosso corpo e a nossa vontade comunica, nós não conseguiremos fazer a vontade de Deus.

Fazer a vontade de Deus é ser comunicado rendido a sua palavra e significa rejeitar às influências da carne.

Pessoas caem porque ao invés de se submeter à comunicação da “palavra” preferem se submeter àquilo que seu corpo e sua vontade está comunicando.

Se render ao sono significa abrir mão da Palavra para se render à vontade da carne.

“.. E havia muitas luzes no cenáculo onde estavam juntos,..”

5º - CAEM PORQUE A LUZ NÃO INTERFERE NO SEU SONO

A bíblia enfatiza que o local era bem iluminado e geralmente algumas pessoas, na sua maioria, não conseguem dormir de luz acesa. Qualquer luz por menor que seja, interfere no sono e precisa ser imediatamente apagada.

O sono aqui é espiritual e a luz é a luz do Espírito.

Muitas pessoas dentro das igrejas estão diante de acontecimentos e manifestações sobrenaturais, ou seja, a luz de Deus tem brilhado constantemente diante delas, mas mesmo assim elas insistem em permanecer dormindo.

Elas são duras de coração, a palavra não surte efeito em suas vidas e por permanecem dormindo e com isso são susceptíveis à queda.


COMO ENTÃO PODEMOS RESTAURAR OS CAÍDOS?

“..Paulo, porém, descendo, inclinou-se sobre ele e, abraçando-o...”

1º - TEMOS QUE APRENDER A DESCER ATÉ AO LUGAR ONDE O CAÍDO ESTÁ.

Para podermos ajudar a alguém, é necessário termos a capacidade de interagir com a pessoa.

A interação se dá quando nós nos propomos a ver a vida do caído à partir da ótica dele. É necessário compreender a sua dor e seu estado. É necessário se colocar no lugar da pessoa para compreender sua situação e daí encontrar caminhos para que ele possa se levantar.

“...abraçando-o, disse: Não vos perturbeis, que a sua alma nele está”.

2º - É ATUAR PRIMEIRO NA FÉ DAS PESSOAS QUE ESTÃO AO REDOR DO CAÍDO.

Paulo abraça o rapaz caído, mas dirige suas palavras às pessoas que estavam ao redor dele. É muito comum os familiares e as pessoas que estão mais próximas do caídos, formarem um ambiente de incredulidade que dificulta a ação dos milagres.

Esse ambiente de incredulidade se torna mais eficiente principalmente com as palavras e pensamentos negativos que são liberados por eles.

Por isso faz se necessário atuar na fé daqueles que estão ao redor no objetivo de criar um ambiente de fé para que o milagre aconteça.

“... sua alma nele está.”

3º - É TER A OUSADIA DE PROFETIZAR VIDA SOBRE A MORTE.

Palavras no reino físico são simplesmente palavras, mas no reino espiritual são decretos.

Jesus chamou à existência de onde não existia para vir a existir: “haja luz”.

Temos que ter a ousadia de profetizar luz sobre as trevas. Creia nas possibilidades de Deus sobre as impossibilidades humanas. Pessoas têm jeito, não importa a situação.

“E subindo, e partindo o pão, e comendo, ainda lhes falou largamente até à alvorada; e assim partiu.”

4º - É ATENDER AS NECESSIDADES DOS OUTROS SEM NUNCA PERMITIR QUE OS PRINCÍPIOS E OS PROPÓSITOS DIVINOS SEJAM COMPROMETIDOS.

O primeiro propósito de Deus foi o de que Paulo pregasse a “palavra” naquele lugar e que também a ceia fosse ministrada entre eles.

Esse propósito foi interrompido pela queda de Êutico.

Paulo, após levantar o caído Êutico, retorna ao propósito inicial que era de pregar à palavra e ceiar com os irmãos no cenáculo.

Dentro disso temos uma séria lição a aprender:

Salvar vidas e fazer a obra é muito importante, mas cumprir os princípios de Deus também é. Muitas pessoas ferem ou passam por cima dos princípios e propósitos divinos com a justificativa de que estão a salvar pessoas.

Deus é um Deus de princípios e de ordem, e em tudo que formos fazer devemos ter o cuidado de nunca ferir os propósitos e princípios de Dele, porque caso contrário a obra não será completa.

Que Deus nos abençoe, Pr. Edmagno Vieira – I.M.R - Colatina

Nenhum comentário:

Postar um comentário